Você sabe o que são dividendos de uma ação?

Você sabe o que são dividendos de ações?

Muitas são as modalidades interessantes de investimentos disponíveis no mercado e para que você possa escolher a melhor para você é importante entender sobre diversas possibilidades, como os dividendos de ações.

Esse tipo de investimento tem a ver com empresas e muitos acreditam que pode ser um negócio lucrativo. Você sabe o que são os dividendos e como eles funcionam? Saiba mais sobre essa aplicação agora mesmo!

O que são dividendos de ações?

A bolsa de valores oferece diversas oportunidades de investimentos para aqueles que estão interessados e, diferente do que muitos pensam, elas não são responsáveis apenas por ações, sendo possível olhar também para os dividendos de ações.

Esses dividendos são parte do lucro de uma empresa ou instituição e são uma forma de remuneração distribuída aos acionistas ou cotistas, no caso dos fundos imobiliários. Ou seja, se as empresas ou fundos que você tem em sua carteira apresentam bons resultados, parte do lucro pode ser distribuído sob a forma de proventos.

É como se o investidor fosse uma espécie de sócio do negócio, ou popularmente conhecido como acionista. Como acionista, o indivíduo ganha o direito de receber parte do lucro líquido da empresa de acordo com a quantidade de papéis que ela possui.

As empresas pagam dividendos graças à Lei das S/As, Lei nº 6.404, que diz que empresas listadas na Bolsa de Valores que tiverem lucro líquido devem distribuir porcentagem entre os acionistas.

Essa é uma forma de “recompensar” quem compra as ações e torna esse tipo de investimento cada vez mais atrativo. Porém, mesmo que obrigatório, não existe percentual mínimo definido que deve ser dividido entre os investidores dos dividendos de ações.

Leia também: 4 passos para investir com pouco dinheiro

Para isso, cabe ao estatuto da companhia indicar tal percentual de lucros e ser destinado ao dividendo obrigatório e ele pode ser o quanto definido pela empresa, desde que esteja no estatuto. É importante dizer que caso a porcentagem não seja clara, a organização é obrigada a pagar 50% do lucro líquido após ajustes.

Tipos de Dividendos

Agora que você sabe como funcionam os dividendos, é essencial entender melhor como ocorre a distribuição de investimentos para quem ganha parte dos lucros.

  • Dinheiro: nesse caso, o investidor pode receber um valor exato por cada ação que possui ou em percentual definido.
  • Ações: quem recebe dividendos em ações ganha um número específico de papéis da empresa de acordo com a quantidade que já possui.
  • Juros sobre Capital Próprio (JCP): nesse caso, o investidor tem 15% do Imposto de Renda retido na fonte. Aqui, a empresa tem isenção fiscal, portanto, ela pode distribuir uma quantidade maior de lucro.
  • Direitos de subscrição: quando uma empresa emite mais ações, ela pode dar esse direito ao acionista que nada mais é do que o direito de comprar novas ações antes do mercado, por vezes por valor mais baixo do que será comercializado.

Como calcular dividendos?

Como os dividendos costumam ser calculados como um valor de ação, seja fixo ou percentual, eles variam de acordo com a quantidade de papéis que um investidor possui.

Vamos exemplificar: se um indivíduo tem 200 ações de uma companhia que paga R$5,00 por ação, logo ele vai receber R$1000,00 de dividendos, faz sentido?

Caso seja feito a partir do percentual, basta calcular o: percentual do valor da ação x preço da ação x a quantidade de ações que a pessoa possui. Suponha que o papel da empresa vale R$30 e os dividendos são 4% por valor da ação. Se um investidor tem 200 papéis o cálculo é o seguinte:

4% x R$ 30 x 200 = R$240 de dividendos.

Como montar uma carteira de dividendos?

Olhar para a carteira de investimentos é um dos grandes segredos dos sucessos e os dividendos também possui algumas particularidades para que os rendimentos sejam positivos.

A carteira de dividendos nada mais é do que um conjunto de ações de empresas diferentes que pagam bons dividendos. Para construir essa carteira é importante considerar alguns pontos, como:

  • Dividend Yield: o dividendo anual de uma ação dividido por seu preço atual;
  • Valor da ação: quanto o papel de uma empresa custa;
  • Saúde financeira da empresa: os resultados de uma companhia ao longo do tempo, indicando se os negócios vão bem ou não;
  • Gestão da companhia: como a empresa está organizada, se os gestores estão fazendo um bom trabalho, se existem polêmicas envolvendo a organização, dentre diversos outros fatores.

Os dividendos são investimentos com diversas regras e particularidades e começar a entender sobre ele é essencial para pensar em diversificar sua carteira. Você já conhecia essa modalidade? Aproveite que você sabe mais sobre ela e entenda se faz sentido para seu perfil!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *