fbpx
O que fazer quando seus investimentos não rendem conforme esperado

O que fazer quando os seus investimentos não rendem como o esperado?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on reddit
Share on whatsapp
Share on pinterest

Saiba o que fazer e como agir quando seus investimentos não estão rendendo conforme o esperado e mantenha seus lucros no alto!

A escolha de realizar um investimento não é algo simples. Essa decisão precisa ser tomada baseada em um certo nível de conhecimento acerca do mercado financeiro, evitando assim a perda de dinheiro, é claro. Entretanto, mesmo diante de todo conhecimento devemos ter em mente que a economia não é uma ciência exata.

Por ser diretamente impactada por fatores que nem sempre podem ser previstos, os rendimentos dos seus investimentos podem não avançar da maneira planejada. Assim, é sempre importante lembrar que decisões políticas (externas ou internas), crises sanitárias ou até mesmo civis podem impactar no andamento das suas aplicações.


Além dos fatores externos que não podemos controlar, outras razões ligadas a escolhas mal feitas não podem ser ignoradas. Nesses casos, é possível remediar certa parcela de danos, como por exemplo, através da Itaú portabilidade para investimentos em previdência privada.

Como os investimentos são extremamente diferentes entre si, não é possível dar uma receita sobre o que fazer quando suas aplicações não estão rendendo como o esperado. Apesar disso, você pode realizar uma análise para verificar o que está dando errado e como remediar o que for possível. Confira a seguir algumas dicas.

Momento atípico no país

Se você está preocupado com os números dos seus investimentos agora não se sinta como o pior dos investidores. Todos aqueles que possuem aplicações no Brasil estão na mesma situação. Com a mínima histórica da taxa Selic no ano passado, a Bolsa de Valores vem apresentando altos e baixos constantes e completamente atípicos.

Assim, se você é um pequeno ou novo investidor, entendemos que o momento aparenta insegurança, principalmente diante de tantos riscos que parecem surgir diariamente. É completamente normal ter questionamentos acerca das escolhas realizadas e também das perspectivas para o futuro. Por isso, é importante sempre estar atento aos investimentos feitos e quais atitudes você pode tomar quando as coisas não estão ocorrendo da maneira planejada.

Repense e refaça

Muitas pessoas, principalmente investidores novos no mercado, têm receio de mexer nos investimentos após ter iniciado sua jornada. Apesar de ser uma situação comum, é uma atitude muito séria e que pode afetar diretamente a saúde da sua carteira.

Principalmente diante de momentos incertos e de juros baixos como os que estamos passando, se torna essencial que você reveja de maneira regular seus investimentos. Isso porque você deve estar sempre investindo na melhor opção para você e seus objetivos.

Quando a aplicação que você escolheu não serve mais aos seus propósitos ou deixou de ser rentável por conta das condições impostas pela corretora, está na hora de trocar sem medo.

Por exemplo, se no começo da sua jornada você deu início aos seus investimentos esperando comprar um carro daqui a 5 anos e hoje em dia você mudou de ideia e prefere comprar uma casa daqui a 10 anos, a aplicação que você fez lá atrás não serve mais ao seu novo objetivo.

Por isso, mude sua carteira e encontre um investimento que se adeque melhor ao que você quer, busque rendimentos melhores para alcançar seu novo alvo.

Aposte no longo prazo

Como sabemos, nem a economia brasileira, muito menos a mundial, anda às mil maravilhas. Apesar da situação do nosso país ser um pouco mais preocupante, uma coisa é certa: vai passar. Todas as grandes recessões e crises econômicas que um dia abalaram o mundo passaram e hoje marcam as páginas dos livros de história.

Assim, se o seu objetivo é de longo prazo ou pode ser transposto para o futuro, não tenha medo de investir. Mesmo com o cenário atual caótico, temos a certeza de que é temporário e, daqui a 10, 20 ou até mesmo 30 anos, esse será um pequeno momento ruim dentro de um investimento de longo prazo.

Leia também: 4 passos para começar a investir com pouco dinheiro

Quando os investidores se dão conta que a economia está oscilando demais, a vontade de trocar constantemente de investimentos fala mais alto. Apesar de ser o que nosso instinto nos diz, não é o que deve ser feito.

Mantenha uma linha de investimento

Para garantir uma boa saúde financeira, o mais aconselhável é evitar a troca constante de aplicações atrás do melhor investimento possível. Esse tipo de atitude impulsiva atrapalha muito o crescimento da sua carteira, além de não permitir que você defina uma estratégia clara para o crescimento do seu dinheiro.

Dessa forma, é possível notar que diante de uma situação onde seus investimentos não estão rendendo como o esperado a melhor decisão a tomar é ter calma.

Calma para avaliar o que está dando errado e também para observar suas alternativas. Sabemos que o momento não é o ideal, mas existem atitudes que podem ser realizadas para que as coisas não fiquem piores!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on reddit
Share on whatsapp
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *