4 passos para investir com pouco dinheiro

4 passos para começar a investir com pouco dinheiro

Muitas pessoas acham que investimento é coisa para ricos mas isso não é verdade. Você pode começar a investir com menos de R$100,00 e eu vou te mostrar como você pode começar a investir com pouco dinheiro.

Eu sempre me pergunto porque finanças não é ensinado na escola uma vez que a educação financeira permite, por meio do conhecimento de algumas regras básicas de finanças

  • Ganhar mais;
  • Gastar menos;
  • Investir a diferença e;
  • Formar patrimônio;

Se você está começando a dar os primeiros passos nesse tipo de conteúdo, é normal que você tenha mais perguntas do que respostas. Eu te aconselho a continuar em busca delas, conhecimento nunca é demais.

É possível começar a investir com menos de 100 reais?

Sim, é totalmente possível começar a investir com pouco dinheiro. Eu diria que com menos de 100 reais já é possivel.

Se você nunca investiu ou é totalmente novo nesse mundo, eu super recomendo que você comece com qualquer que seja o valor até se sentir confortável. 

Uma informação importante caso você decida por iniciar comprando empresas na Bolsa de Valores. As ações são negociadas em lotes de 100 unidades, ou seja, se você quer se tornar sócio do Itaú Unibanco, o valor da cotação atual está em torno dos R$26,00.

Porém o lote é composto por 100 unidades, logo você precisaria de R$2600,00 para ter 1 lote de Itaú.

Felizmente nossa bolsa de valores também permite a compra no mercado fracionário o que te permite comprar unidades individuais, logo você pode ter 1 única ação do itaú por R$26,00. 

Um fato importante que você precisa levar em conta é: Todo investimento oferece riscos. Se você quer aprender a lidar com eles e se tornar independente financeiramente. Recomendo a leitura desses livros descrito nesse artigo clicando aqui.

Escolha um tipo de investimento que esteja dentro da sua tolerância de risco

Investimento envolve riscos. Isso é fato! Mas o que não envolve?

Uma coisa que precisa ser esclarecida é que: investimento não é uma aposta, mas como tudo na vida, se feito sem conhecimento ou nenhum tipo de estudo, se torna uma mistura de Aposta e Achismo.

Falando sobre riscos, eu conheço vários casos de pessoas que pararam por aqui, pois não querem “Perder dinheiro” e, de fato, você deve evitar perder dinheiro. Mas entenda que se você não se expor a nenhum risco, seja ele financeiro ou profissional, provavelmente você não irá alcançar algo em sua vida.

Vou adotar uma escala de risco de 0 – Baixo risco – até 10 – Alto risco – para definir alguns tipos de investimentos.

  1. Poupança: Em minha opinião, colocar dinheiro em poupança não é investimento, o retorno provavelmente será menor que a taxa da inflação. Poupança envolve um risco 0 porém trará um retorno negativo, mesmo que você não veja perdas em seu saldo.
  2. Títulos: Isso ocorre quando você empresta dinheiro a um governo ou instituição e recebe juros em troca. Aqui temos o tesouro direto como exemplo, seu retorno pode ser pré-fixado, pós-fixado ou misto. Risco 1
  3. Fundo Imobiliários: Mais conhecido como FIIs. Você sabia que pode possuir parte de um shopping ou de um centro comercial e ainda receber todo mês aluguel deles? E o melhor, você não precisa ter 500 mil reais para ter esses imóveis, você pode começar com menos que R$100,00. Risco 7
  4. Ações: É o que a maioria das pessoas coloca em mente quando quer investir. Aqui o risco é maior, porém o retorno tende ao infinito, já que se uma empresa falir, você perde 100% do que investiu, mas se ela desempenhar muito bem, seus ganhos tendem ao infinito. Se você iniciar no mercado fracionário, é possivel começar a investir com pouco dinheiro. Esse item merece atenção logo abaixo. Risco 8
  5. Futuros e derivados: Ocorre quando você especula sobre o preço futuro de um ativo subjacente. É um contrato que obriga as partes envolvidas a comprar e vender um ativo. Muitas vezes essas operações estão atreladas a uma alavancagem o que aumenta drasticamente seu potencial de ganho/perda. Risco 10
  6. Daytrade: São operações, como o nome sugere, realizada no mesmo dia. Se você fizer a compra e venda de um ativo no mesmo dia, isso é considerado daytrade. Normalmente pessoas que seguem análise de gráfico e possui alto conhecimento de Price Action tiram vantagem do mercado. Porém para iniciantes é um tiro no pé. Recomendo muito estudo antes de iniciar por aqui. Risco 10
  7. Criptomoedas: Bitcoin e afins, é um mercado novo que vem sendo adotado por grandes instituições bancárias em seus meios de pagamentos, mas ainda é visto como um cenário de dúvida por grandes investidores. Risco 10

Dito isso, talvez esteja explicado porque muitas pessoas ficam presas a poupança e renda fixa (CDB, LCI, etc). O termo risco vem com a sensação de vou perder dinheiro e o termo Gerenciamento de risco não foi ensinado no colégio.

Felizmente na seção seguinte vou te mostrar como você pode resolver esse problema.

Diversificação de Investimentos

Imagine o cenário hipotético onde duas pessoas são donas de restaurante. A primeira pessoa vende seus produtos apenas em loja física enquanto que a segunda além de vender na loja física, também vende através de meios digitais. 

Ambas estavam faturando muito bem, inclusive, a primeira que só vendia em loja física, conseguia maiores lucros pois seu restaurante ficava em uma rua movimentada próximo a grandes centros comerciais.

Tudo ia muito bem até que devido ao COVID-19 ambos os restaurantes precisaram fechar suas portas. Ambas foram significativamente impactadas, porém a segunda pessoa continuou vendendo seus produtos pela internet e após um tempo suas vendas por meios digitais dobraram. 

Moral da história, apesar de vender o mesmo tipo de produto, trabalhar com o mesmo tipo de mercado, ter o mesmo tipo de clientes, a segunda pessoa tinha uma estratégia um pouco mais diversificada

O mesmo acontece no mundo dos investimentos. Diversificar é muito importante nesse mercado.

Seguindo outro exemplo, agora no mundo dos investimentos, vamos imaginar novamente duas pessoas. 

A pessoa A tem apenas ações do setor bancário como Itaú e Bradesco – Empresas muito boas por sinal – e a pessoa B decidiu apostar na diversificação de setor, possuindo ações do setor bancário, industrial e energético. 

Em um cenário onde a preocupação fiscal, o crescimento da concorrência por fintechs e bancos digitais estão em alta e a queda da taxa de juros ( Selic ), ações do setor bancário tendem a desvalorizar. 

Por outro lado também há um cenário onde iniciativas por energia renovável são discutidas e incentivos agrícolas e industriais são aprovados. Isso favorece a pessoa B.

No mundo dos investimentos você pode e deve diversificar também em segmentos, ou seja, você pode ter uma quantidade de X ações, uma quantidade de X fundos imobiliários, uma quantidade em tesouro direto e/ou algum fundo.

Seguindo essa estratégia, você reduz drasticamente seu Risco.

Eu recomendo fortemente a leitura desses livros se você deseja entender mais a fundo sobre estratégias de investimento, controle financeiro, riscos e como fazer o dinheiro trabalhar para você.  

Dito que você precisa diversificar seus investimentos, vamos para o primeiro passo para começar a investir com pouco dinheiro.

1. Abrir uma conta numa corretora de valores

Agora que você já leu sobre investimentos e se sente mais confiante, o primeiro passo é abrir uma conta numa corretora de valores credenciada junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A CVM é uma entidade reguladora do mercado de capitais. Nesse site você consegue localizar as corretoras por Razão Social ou CNPJ e verificar se está tudo ok com elas. 

Através da corretora você vai poder operar no mercado acionário de forma simples usando seu computador ou celular sem nenhuma dor de cabeça. 

Vale lembrar que as corretoras são instituições financeiras que atuam como intermediária na compra e venda de ativos na bolsa de valores.

As ações que você compra, ficam custodiadas na própria bolsa em seu nome, ou seja, a corretora não mantém nenhum ativo seu. Se a corretora quebrar ou fechar, não se preocupe, basta fazer a transferência de custódia dos seus investimentos.

A tarefa importante sobre qual corretora escolher é encontrar as que oferecem uma baixa taxa de corretagem.

Uma vez verificado que a corretora tem registro na CVM. Você precisa buscar qual a melhor delas para seu tipo de investimento.

O processo de criação de conta é simples e pode ser feito de forma digital. Algumas corretoras podem solicitar o envio de fotos segurando um documento de identificação e pedir que você preencha um formulário.

Lembre que investimento em renda variável envolve riscos e só invista o que você está confortável em perder.

Abaixo segue uma lista de algumas que recomendo e seu perfil mais indicado.

Rico

Embora a Rico seja ainda jovem, com a aquisição da Directa Invest em 2014, ela se tornou a segunda maior corretora de valores do Brasil, atrás apenas da XP Investimentos.

No momento que esse artigo foi escrito, a Rico estava oferecendo taxa 0 também para ações, ou seja, você pode negociar no mercado sem pagar nenhuma taxa por isso e a criação do seu registro também é gratuito.

Com recursos para investidores tanto iniciantes como avançados e uma interface simples e amigável, a Rico com taxa 0 se torna – ao meu ver – a opção mais interessante para quem deseja investir no mercado de Ações, Fundos e Fundos Imobiliários.

Dentre os investimentos possíveis, ela conta com: Tesouro Direto, CDB, LCI, LCA, LC, debêntures, fundos de investimento dos mais variados (renda fixa, ações, cambial e multimercado), ações, fundos imobiliários, mercado futuro, etc.

A Rico ainda conta com uma funcionalidade bem interessante, a Aplicação Automática.

Com isso é possível definir os investimentos que você deseja e todo mês a Rico investe automaticamente seu dinheiro, inclusive com transferência automática do seu banco para a corretora. 

Clear

Pertencente ao grupo XP Investimentos, a Clear vem se consolidando dia após dia como uma corretora diferenciada, seja agregando valor ou oferecendo facilidade para os diversos tipos investidores.

Para quem investe em renda variável, por exemplo, o diferencial da Clear certamente é bem atrativo. Isso porque, a instituição foi a primeira a zerar a taxa de corretagem em renda variável, atraindo investidores em todo o mercado de ações.

A Clear também  oferece um excelente serviço aos seus usuários. Na plataforma do reclame aqui, por exemplo, o atendimento da corretora é considerado como ótimo. Em média, a Clear demora cerca de um dia e meio para responder uma reclamação.

Além disso, a corretora respondeu quase todas as reclamações dos usuários, entregando  99,8% de Reclamações respondidas.

O ponto negativo entra para pessoas mais avançadas que operam em Daytrade. Nesse quesito a Clear deixa a desejar na velocidade de execução de suas ordens, assim como o desempenho geral de suas plataformas.

BTG Pactual

O Banco BTG Pactual é um dos maiores bancos do Brasil e um dos principais bancos de investimento da América Latina. Com a criação do BTG Pactual Digital, o banco passou a oferecer investimentos por meio de uma abertura de conta digital e gratuita. 

Além de Tesouro Direto, renda fixa privada, COEs e debêntures, o Banco BTG Pactual possui um grande histórico de fundos de investimento com altas rentabilidades, sendo atualmente um dos principais gestores de fundos do Brasil.

Para usuários avançados, a BTG ainda possui algumas vantagens como custo zero nas plataformas de negociação nos primeiros 6 meses. Por exemplo, você pode adquirir o ProfitChart Pro por 6 meses a custo zero se executar ao menos uma operação por mês.

2. Escolher seu primeiro aporte

Essa é a parte mais difícil. Se você tem pouco dinheiro e não sabe por onde começar, recomendo que dê uma olhada em alguns canais no Youtube. Minhas recomendações são:

Esses dois primeiros canais me ajudaram a ter uma visão melhor do mundo dos investimentos na abordagem do longo prazo e o terceiro, comandado pela Camila Zabeu tem foco na análise de gráfico e operações de curto prazo (Swing Trade), recomendo entrar no seu canal do telegram. 

Também recomendo muito a leitura dos livros o qual já citei anteriormente clicando aqui. Esses livros irão mudar sua visão sobre o mercado financeiro e sua forma de lidar com o dinheiro. Acredite, isso foi uma das motivações de eu escrever esse blog e ganhar dinheiro através dele.

Hoje em dia eu prezo pela análise fundamentalista quando decido aportar em algum ativo. 

Eu basicamente me importo com o fluxo de caixa, lucro trimestral, balanço patrimonial, demonstração de resultados, diretrizes estratégicas e outros documentos que indicam a saúde financeira de certa empresa.

Esses dados podem parecer complicados, mas tudo isso tem na internet. Se você optar pela análise fundamentalista, você irá precisar de 30 minutos por mês para decidir qual empresa/ativo comprar.

Nesse artigo, há informações relevantes sobre como escolher um bom ativo/ação para ser sócio.

3. Consistência

Uma vez que você iniciou no mundo dos investimentos e definiu suas metas, você precisa ter consistência e manter seus aportes mensais ( ou no intervalo de tempo que você definiu na sua estratégia )

É aqui que a mágica dos juros compostos entra em ação. Saber escolher investimentos com consistência, ou seja, adequados às limitações de seu orçamento, é outra virtude de quem aprendeu como ser um bom investidor.

Os aportes em ativos farão seu patrimônio crescer e além disso você se beneficiará dos próprios rendimentos trazidos por esses investimentos. Se você comprou um FII você se beneficiará de um aluguel, se você comprou uma ação, você se beneficiará dos dividendos dessa ação.

Toda essa renda passiva adquirida, se reinvestida, em longo prazo fará uma imensa diferença na sua vida financeira. 

O conceito de começar a investir com pouco dinheiro deve ser levado adiante nos seus aportes.

Esse não é um processo fácil, envolve muita disciplina e organização. Investir R$100,00 provavelmente não te deixará rico, mas investir R$100,00 todo os meses te deixará muito mais próximo disso. 

4. Gestão da sua Carteira

Esse passo é muito importante quando você já tem uma quantidade de ativos no seu portfólio. Eu recomendo fortemente que você inicie isso desde o seu primeiro aporte. Se você vai começar a investir com pouco dinheiro ou não, esse passo é de suma importância.

Ter um controle de carteira é importante para saber seu rendimento atual, assim como saber comunicados relevantes sobre seus ativos e datas de pagamento.

Além disso, algumas ferramentas disponibilizam formas de exportar toda sua movimentação anual para facilitar sua declaração de imposto de renda.

Hoje eu utilizo duas ferramentas:

Bastter.com

Meusdividendos.com

O bastter possui um serviço pago, o qual é chamado de Bastter Blue. Nele é possível cadastrar toda sua carteira assim como gerenciar o peso de cada ativo nela. O sistema também faz recomendações de compra baseado no balanceamento da sua carteira.

Sendo assinante da bastter, você ainda tem acesso a uma lista de e-books e uma lista das top empresas e fiis nacionais e internacionais. Além disso eles possuem um relatório atualizado de todas empresas.

O meus dividendos é uma ferramenta gratuita, porém com muitos recursos avançados. Assim como o Bastter, ele também oferece uma ferramenta para você gerenciar sua carteira.

Nela é possível ver o peso do ativo na sua carteira, a data dos próximos pagamentos, o rendimento do seu portfólio ( nacional e no exterior ), comunicados importantes sobre seus ativos, entre outras funcionalidades.

Ficou com alguma dúvida ou possui alguma dica de como começar a investir com pouco dinheiro? Escreve no comentário que irei adicionar mais informações =D

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *